Quais são os impostos para pequenas e médias empresas?

Compartilhe esta publicação:
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email

Estar em dia com os impostos para pequenas e médias empresas resulta em uma gestão financeira mais eficaz e também faz com que seu negócio esteja em dia com a fiscalização. Além disso, quando feito incorretamente, o pagamento de tributos pode gerar multas e prejuízos para a organização. 

O que determina os tipos de impostos para pequenas e médias empresas?

Um dos fatores principais relacionados aos tipos de impostos para pequenas e médias empresas é a escolha do regime tributário. Ele pode ser Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional. 

Escolher o regime tributário correto para o seu negócio pode trazer diversos benefícios, como a redução de impostos, ter créditos a seu favor, recuperar tributos que foram pagos indevidamente e cumprir com as obrigações legais da Receita Federal. 

Tudo isso será possível se você contar com um planejamento tributário eficiente. Essa estratégia ajuda a evitar problemas fiscais, precificar corretamente serviços e produtos oferecidos pela empresa e planeja a margem de lucro do negócio com mais precisão. Assim, é possível manter a saúde financeira da sua empresa em dia. 

É importante ressaltar a importância de pagar os impostos para pequenas e médias empresas, pois essa prática evita a sonegação e a geração de multas. Sonegar tributos também pode impedir que seu negócio participe de licitações, e em último caso, fazer com que a empresa feche as portas. 

Quais são os impostos para pequenas e médias empresas?

IRPJ 

O Imposto sobre Renda de Pessoas Jurídicas é um tributo federal que deve ser pago por empresas de pequeno, médio e grande porte, além das empresas individuais. As exceções são instituições filantrópicas e sem fins lucrativos. O cálculo desse imposto é feito com base no regime tributário escolhido pela empresa. 

CSLL 

Contribuição Social sobre Lucro Líquido é um tributo obrigatório para todas as empresas. Seu objetivo principal é ajudar financeiramente a Seguridade Social. 

PIS/PASEP 

A contribuição para os programas de interação social e de formação do patrimônio do servidor público deve ser paga por todas as empresas. 

Tem como objetivo financiar o abono salarial, seguro-desemprego e participação na receita dos órgãos e entidades para os trabalhadores públicos e privados. 

Microempresas e as empresas de pequeno porte que optaram pelo regime Simples Nacional não são obrigadas a contribuir, de acordo com a LC 123/2006. 

COFINS 

A contribuição para financiamento da seguridade social é um tributo calculado sobre o faturamento da empresa. Seu recolhimento é destinado para fundos de previdência e assistência social e da saúde pública. Todas as empresas devem arcar com esse imposto, exceto as optantes pelo Simples Nacional. 

CPP 

Contribuição Previdenciária Patronal é um tributo federal relacionado ao INSS e ao Ministério do Trabalho e da Previdência Social. O imposto contribui para a manutenção do Regime Geral da Previdência Social. 

IPI 

Imposto federal que incide sobre produtos industrializados, sendo eles nacionais ou estrangeiros. Precisa ser pago por empresas que importam ou que são industriais, exceto fabricantes de produtos industrializados destinados ao comércio exterior. 

ICMS 

O imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e serviços de transporte interestadual, intermunicipal e de comunicações é obrigatório para qualquer empresa que trabalhe com operações de circulação de mercadoria ou serviço. 

ISS

É um imposto para empresas que prestam serviços. Seu cálculo é feito com base no regime tributário escolhido pelo empreendimento. 

Como as empresas optantes pelo Simples Nacional pagam os impostos?

Pequenas e médias empresas que escolheram o Simples Nacional como regime tributário têm o pagamento de impostos simplificado. Todos os tributos pendentes estão inseridos dentro de uma mesma guia para que o responsável realize o pagamento. 

Além disso, esse tipo de empresa está isenta dos tributos federais, como COFINS, IPI, PIS/PASEP, IRPJ e CSLL. Mas, essa regra é válida apenas para micro e pequenas empresas. 

Como as empresas optantes pelo Lucro Real ou Lucro Presumido pagam os impostos?

Já as empresas de Lucro Real e Lucro Presumido também precisam se atentar aos impostos pagos pela categoria:

  • PIS/PASEP 
  • IRPJ 
  • CSLL 
  • COFINS 
  • Imposto de Renda Adicional 
  • ISS 

Parece muita coisa para controlar sozinho, não é mesmo? Por isso, é importante contar com a ajuda de uma gestão contábil. Além de auxiliar no pagamento de impostos, esses profissionais também podem guiar os investimentos da sua empresa e analisar seus lucros e prejuízos.